domingo, 14 de agosto de 2011

Para: Meu pai




Eh pai,e mais uma vez essa data chega!
Um dia que me faz pensar em como seria se você estivesse aqui.
Independente de crença ou de religião, eu creio que onde estiver, o sr. está olhando por mim.
E provavelmente, ri bastante de minhas bobagens!
E deve saber que,  algumas vezes, eu finjo estar bem, mas sua ausência me fere.
Como eu queria que o sr. estivesse comigo em meus aniversários, no natal, meu Deus...
No baile de formatura... Talvez tenha sido um dos momentos em que mais desejei sua presença.
Sempre quando via uma criança brincando com seu pai, sentia uma nostalgia, de algo que nunca experimentei.
Nunca entendi por que Deus me privou dessa felicidade.
Sempre me comparam a ti, dizem que tenho seus traços, sua personalidade,...
Ouço muitas histórias, sobre suas viagens, suas brigas, seus feitos...
E não sabe como me dói,
Ser um pedaço de alguém que não conheci.
E esse vazio sempre estará em meu coração.
Talvez isso que tenha me tornado forte! Aprender a lidar com a vida desde cedo, sempre com um sorriso no rosto, para motivar quem mais precisava de mim, minha mãe.
Onde estiveres, meu pai, saiba que luto a cada dia com o intuito de orgulha-lo!
Peço que olhes sempre por nós!
E que se um dia, alguém maior, permitir que eu te conheça, será uma honra.
Por hora é só.
Obrigada por ter me dado à vida,e feliz dia dos pais.

De sua Cuiquinha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário