quinta-feira, 22 de novembro de 2012





Penso no dia em que eu puder chegar a minha casa sossegada... Banhar-me... Hidratar minha pele...
Deixar água no fogo para preparar um chá enquanto escrevo no blog... E quando pronto, encostar-me à cama para tomar meu chá e ler... Ler um bom livro... As noticias do dia... Apenas ler e tomar meu chá.

O silêncio... A abrir um leque de mistura de vozes, pensamentos, lembranças, sonhos, emoções...  Ufa! É só minha respiração... Inspira... Expira... Sistone... Diastone... Percebo a pulsação do meu peito... Respiro manualmente... E de repente... Adormeço.

Acordo assustada com um barulho na porta! Olho para o batente do quarto e vejo alguém...
Meu esposo. Chegou do trabalho e estava a me admirar cochilar...

Ele beija... Vamos jantar juntos... E depois dormir bem agarradinhos.

Para alguns pode ser a descrição de uma rotina... Para outros uma utopia ou um anseio...
Para mim é uma oração. Um desejo de estar em paz, de amar em paz.

Para mim, isso significa um Feliz Natal.




Nenhum comentário:

Postar um comentário